terça-feira, 14 de abril de 2009

Crentes que se acham??? Ou não crentes que não se encontram???

Peraí, mas que pergunta é essa?

É simples, estou cansado de ouvir de pessoas de fora da igreja, ou de pessoas que estão afastadas da igreja, ou daquelas que estão se afastando, que a igreja está repleta de crentes que se acham melhores do que as pessoas de fora da igreja, e ficam julgando essas pessoas e se esquecem de olhar para o seu próprio erro...

Sabe o que é pior? Isso é verdade...




Mesmo porque, se não fosse assim não tinha o menor cabimento existir uma igreja. Se todos, ao se tornarem crentes, se tornassem "santos", não precisaríamos de igreja, seríamos todos arrebatados. Não devemos esquecer que estamos aqui em processo de santificação, ainda não somos perfeitos.

Quanto aos crentes se acharem superiores, não devemos generalizar...

Existem sim, os que se acham e Jesus condena este tipo de crente, na verdade este tipo de crente ainda não se converteu, e precisa de uma verdadeira entrega ao Senhor.


O grande problema é que quando a palavra de Deus é pregada e atinge a "ferida" de uma pessoa não crente, a primeira reação e buscar uma ferida no povo de Deus (e vão encontrar muitas), dizem "fulano diz que não posso transar antes do casamento, mas quem é ele para dizer isso? Ele não paga ninguém!".


Você já ouviu algo parecido? Eu também...


No entanto, não são os crentes que dizem que não se deve beber, que não se deve fumar, que não se deve praticar o sexo antes do casamento, é a BÍBLIA!!!!! E nós pregramos a Bíblia.

Agora, enquanto as pessoas de fora da igreja ficarem olhando os erros das pessoas que estão dentro da igreja, estão comentendo o mesmo erro que acusam os crentes de cometer, estão julgando...

E enquanto deixamos de ir a igreja, de sermos verdadeiros cristãos, porque não suportamos algumas pessoas da igreja, ou não concordamos com o que elas fazem, corremos o sério risco de passarmos a eternidade com elas... porém, não no céu...

E aí, vale a pena não ser cristão, só porque existem falsos cristãos?


Se fosse assim ninguém faria medicina, pois existem péssimos médicos, ninguém faria direito, pois também existem péssimos advogados, ninguém se candidataria a um cargo político...

Portanto, quando você decidir ser um cristão (espero que não seja muito tarde) faça tudo diferente daqueles que você acha que fazem errado, e deixe que Deus julgue tanto os de dentro da igreja quanto os de fora...

E aí, o que vocês pensam???

2 comentários:

  1. Sandra Albuquerque14 de abril de 2009 22:14

    Eu penso que desde o momento que vc decidiu entregar sua vida para Jesus procure errar o mínimo possível, pois se errar todos os dias e ter que pedir perdão pelo seus erros todos os dias é melhor que continue no mundo, pois como já diz o ditado "quem muito abaixa mostra a calcinha".
    Eu para não ser hipócrita as vezes eu prefiro não ir a igreja do que ser falsa.

    ResponderExcluir
  2. Deus criou os céu e a terra, fez homem e mulher. Deu ao homem autoridade sobre os animais, as ervas viventes. E o homem era a imagem e semelhança de Deus. Deus criou um ser humano, que foi a melhor obra da criação de Deus. Mas o próprio homem cavou seu proprio buraco quando deu o ouvido ao poder das trevas e pecou, ou seja, desobedeceu a autoridade de Deus. E Deus; não aceita traição, Ele perdoa se ouver arrependimento e pedido de perdão. Se aqueles que se arrependeram de seu pecados, o proprio Deus coloca-o num alto retiro.
    Não se trata de se achar ou não aquele que entregaram a sua vida para Deus conserteza ele vai estar por cima. Pois Deus é Grande e não pequeno... Pense nisso e leia a Biblia. Lá tem todas as respostas.

    Talvez para os sabios do protugues a ortografia e gramatica podem está com erros. Mas o que vale é o sentido do estou dizendo...

    Amem...

    ResponderExcluir